Translate

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

BASTIDORES DA UNINCOR

Segundo fontes internas da Unincor, um processo de auditoria interna está sendo procedido por três ex-professores daquela Universidade, altamente especializados em Gestão Pedagógica do Ensino Superior, para apurar a fundo situações da área pedagógica, a partir de 2008 até 2013, que trouxeram o colapso a instituição, segundo comentam. 
Os nomes destes ex-professores está sendo mantido em sigilo, e os mesmos estão trabalhando há cerca de duas semanas. Ainda segundo estas fontes, parece que coisas estão aparecendo. 
Vamos aguardar. Já era tempo. Se tudo caminhar bem, pelo menos em Três Corações nem tudo deverá ficar impune, segundo confidenciaram.

PETROBRAS: EX-DIRETOR DOCUMENTAVA PROPINAS ANOTANDO TUDO

Além de entregar, um a um, os políticos que receberam dinheiro sujo do esquema de corrupção, o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa ofereceu aos investigadores, em seus depoimentos, indícios e até provas dos pagamentos de propina. São anotações detalhadas de datas, locais, quantias e até números de contas bancárias no exterior, onde os destinatários preferiam receber a grana roubada da estatal.
Paulo Roberto Campos foi diretor de Abastecimento da Petrobras entre 2004 (governo Lula) e 2012 (governo Dilma), e agia com “autonomia”.
Chamado de “Paulinho” por Lula, Paulo Roberto Costa conta que ele e seus comparsas se referiam ao ex-presidente como “Gerentão”.
O ex-diretor temia virar um Marcos Valério, que estava longe de chefiar o mensalão, era só um “office boy de luxo”, mas pegou a maior pena.
Paulo Roberto Costa jura que não liderava o esquema, como se reportasse a um chefe. Mas investigadores ainda não acreditam isso.
(Claudio Humberto)

domingo, 14 de setembro de 2014

SALÁRIO DOS PROFESSORES BRASILEIROS ESTÁ ENTRE OS PIORES DO MUNDO

Dados da OCDE (Organização para a Cooperação Desenvolvimento Econômico) mostram que os salários dos professores brasileiros são extremamente baixos quando comparados a países desenvolvidos. Divulgados nesta terça-feira (9), os valores fazem parte do estudoEducation at a Glance 2014, que mapeia dados sobre a educação nos 34 países membros da organização e 10 parceiros, incluindo o Brasil.
De acordo com o estudo, um professor em início de carreira que dá aula para o ensino fundamental em instituições públicas recebe, em média, 10.375 dólares por ano no Brasil. Em Luxemburgo, o país com o maior salário para docentes, ele recebe 66.085 dólares. Entre os países membros da OCDE, a média salarial do professor é de 29.411 dólares. Quase três vezes mais que o salário brasileiro.
Até mesmo em países da América Latina como Chile e México, os professores recebem um salário consideravelmente maior que o brasileiro, 17.770 e 15.556 dólares respectivamente. Entre os países mapeados pela pesquisa, o Brasil só fica à frente da Indonésia, onde os professores recebem cerca de 1.560 dólares por ano. Os valores são de 2012, com dólares ajustados pela paridade do poder de compra (PPC).

PETROBRAS X PAULO FRANCIS

Paulo Francis
Carlos Heitor Cony

Carlos Heitor Cony - Durante o escândalo do mensalão, a opinião pública acreditou que, em matéria de corrupção, o poder havia atingido um limite insuperável, para não dizer inédito, na política nacional. Ledo e ivo engano.
Em poucos meses, com as sequelas que continuam e que ainda não
terminaram, explode uma bomba bem maior e letal para o governo que há mais de dez anos vem sendo manipulado pelo PT.
Desde o início de que, mesmo não sendo a Dinamarca, havia alguma coisa de podre no reino da Petrobras, meu primeiro pensamento foi o calvário de um jornalista, meu amigo Paulo Francis. No programa que então fazia, e gravado em Nova York, ele acusou os sobas que mandavam na maior estatal do Brasil.
Não chegou a citar nomes, falou que o estado maior da Petrobras,
engenheiros, diretores e seus respectivos patronos formavam uma quadrilha de bandidos que roubavam descaradamente a empresa, justamente em sua cúpula administrativa e técnica.
Evidente que a "suspeita" do Francis foi desmoralizada pela própria
Petrobras, que usando e abusando do dinheiro da fraude, processou o jornalista por calúnia, no foro de um país que tem a fama de ser o mais severo na matéria. A multa chegaria a US$ 100 milhões, mais custas e honorários. Seus amigos e admiradores, como Fernando Henrique Cardoso, José Serra e outros do mesmo nível procuraram o presidente da empresa para explicar o absurdo do processo e da multa. A Petrobras, com o dinheiro dos outros, venceu a questão.
Paulo Francis entrou em depressão, tal e tanta, que meses depois morreu subitamente. Agora tomamos conhecimento gradativo que um jornalista culto e bem informado tenha feito as acusações que hoje são objeto de uma CPI e de um clamor que atinge não somente a honra da nação, mas a vergonha de todos nós.
(Folha S.Paulo – 14/9)

O SEGUNDO TURNO, PARA FHC

FHC: avaliação melhor entre os mais ricos
FHC: chances iguais



Num café da manhã promovido em Nova York pelo J.P. Morgan com investidores na sexta-feira, dia 5, FHC disse que Marina Silva e Dilma Rousseff tinham chances iguais de vitória num segundo turno.
Na mesma conversa, FHC indicou que o PSDB caminharia para os braços de Marina num segundo turno.
Enquanto isso, Aécio Neves joga sua última cartada. Avalia que a “onda da emoção” está minguando e que uma “onda da razão”, que o favoreceria, já deu sinais de se formar.
Por Lauro Jardim

sábado, 13 de setembro de 2014

MADUSA E O CHEQUE DO CLIENTE

Sabem a MADUSA, a copeira aqui da redação, então, tem hora que eu acho que ela não “bate bem”. Hoje ela chegou toda eufórica e foi logo falando: 
- “patrão, o senhor vai cair da cadeira”. 
Bem, cocei a cabeça e de qualquer forma me ajeitei na poltrona: o que aconteceu?, perguntei. Madusa deu um laço no avental e disse: 
- “tenho uma amiga, o senhor sabe né! É aquela amiga, assim, assim, desmunheca muito.” Não sei não, mas o que tem, perguntei. Ela, com os olhos arregalados cochichou: 
- “ela saiu com um poderoso aqui e no final, sabe né, ele deu um cheque. Ela ficou muito revoltada, e quase deu um chilique, ela me falou que nunca mais vai sair com esse homem”. 
Madusa, isso é natural, há quem pague om cheque, tem mulheres que recebem até cartão de crédito. Sendo uma pessoa de destaque o cheque deve ter fundos, é só descontar ou depositar retruquei. Madusa olhou para o teto e disse: 
- “Fundos, né patrão!” e continuou: “a minha amiga é gay e o cheque não dá para depositar... Nossa patrão, o senhor é muito bobo, só falta ir perguntar, bem deixa pra lá”, saiu e foi fazer o café. Coitada da Madusa, pensei, tem dia que ela não fala coisa com coisa...

PAULO ROBERTO COSTA TEM SETE CONTAS NA SUÍÇA

O ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa mantinha nada menos do que sete contas na Suíça. Todas estavam em seu nome, com seus dados, documentos e endereços verdadeiros. É o contrário do que faz a maioria dos profissionais que atuam no, digamos, mesmo ramo em que Costa é acusado de operar. O mais comum é colocar as contas em nome de empresas de paraísos fiscais. Como se vê, ninguém pode acusá-lo de não ser transparente, ao menos nesse caso. Os advogados de Paulo Roberto não se manifestaram até o fechamento desta edição.
FELIPE PATURY E TERESA PEROSA

Nota deste Blog: Notícias dão conta que Paulo Roberto Costa está devolvendo US 23 milhões que mantém no exterior. Juízes e Promotores se deram por satisfeitos com a delação do ex-diretor da Petrobras, que deve deixar a prisão nos próximos dias.  

AÉCIO DIZ QUE DILMA NÃO TEM CONDIÇÕES MORAIS DE PLEITEAR SEGUNDO MANDATO

Tucano comenta denúncia da revista ‘Veja’ de que o PT pagou para não vazarem documentos O candidato do PSDB ao Palácio do Planalto, Aécio Neves, disse que o governo da presidente Dilma Rousseff não tem condições morais para pleitear o segundo mandato, ao comentar reportagem da “Veja” neste sábado. Segundo a revista, o PT foi chantageado para que não fossem revelados documentos comprovando a suposta participação de integrantes do partido no escândalo da Petrobras. 
- A marca do governo do PT é essa, uma denúncia por semana, e cada uma mais grave que a outra. Nós temos que resgatar o padrão ético na Presidência da República - afirmou Aécio. 
Aécio lembrou que essa é a reta final da campanha, e disparou mais críticas. Cobrou ética da Presidência da República. 
- Nós temos que resgatar o padrão ético na Presidência da República. O governo da presidente Dilma perdeu as condições, perdeu autoridade até moral de pleitear um segundo mandato - afirmou. 
De acordo com o texto, a legenda teria arrecadado R$ 6 milhões na estatal para calar denúncias envolvendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ministro Gilberto Carvalho, chefe da Secretaria-Geral da Presidência e um dos coordenadores da campanha de Dilma, e outros petistas. 
O tucano ainda afirmou que a presidente Dilma perdeu as condições de governar e que Marina Silva “não adquiriu essas condições”.

DELAÇÃO: NOVOS NOMES VÃO APARECENDO, POR ORA, "PEIXES PEQUENOS"

Francisco Dornelles
O senador Francisco Dornelles (PP-RJ) afirmou neste sábado, 13, ao Broadcast, serviço de informações em tempo real da Agência Estado, que está "tranquilíssimo" em relação à citação de seu nome no recebimento de doação de empresas envolvidas no esquema de pagamento de propina da Petrobras. Neste final de semana, a revista IstoÉ traz a informação de que, além dos nomes já conhecidos de políticos envolvidos no pagamento, também foram delatados pelo ex-diretor da petrolífera Paulo Roberto Costa o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ); o governador do Ceará, Cid Gomes; e os senadores Delcídio Amaral (PT-MS) e Dornelles.

O senador afirmou que todas as doações feitas por empresas à campanha do partido estão registradas no Tribunal Regional Eleitoral (TRE). "As empresas registradas são empresas que fazem doações para nós desde 1986, são pessoas que temos relacionamento", disse por telefone, de Itatiaia (RJ), onde faz campanha à reeleição. Segundo o parlamentar, nem ele e nem o partido precisam ou precisaram da intermediação de Paulo Roberto Costa para receber doações. "Nunca precisamos", afirmou. Questionado sobre como se sentiu ao ver seu nome citado na edição da revista neste final de semana, Dornelles disse: "estou tranquilíssimo".

O governador do Ceará, Cid Gomes, por meio de sua assessoria de imprensa, disse não conhecer nem nunca ter ouvido falar em Paulo Roberto Costa e que, em nenhum momento, foi negociada a construção de uma minirrefinaria no Estado.

BONS AMIGOS

Lula, Dilma e Paulo Roberto Costa
Bons amigos
Nos primeiros anos do governo Lula, o então presidente mantinha encontros regulares com Paulo Roberto Costa, como também com Sérgio Gabrielli, presidente da Petrobras na época. Em conversas reservadas na Bahia, hoje, Gabrielli refere-se a Paulo Roberto como Paulinho, tratamento intimo também usado por Lula. Já José Dirceu tinha maiores relações com Renato Duque, então diretor de Serviços da estatal.
Esperando a hora
Há quem garanta que, em sua delação premiada, Paulo Roberto Costa já teria fornecido nome, endereço, cópias, planilhas e tudo mais sobre os envolvidos no propinoduto da Petrobras, não só de políticos, mas também de representantes de empreiteiras e outras empresas que participavam do esquema. O juiz Sérgio Moro, da 2ª Vara Federal Criminal do Paraná, acredita que, com uma delação premiada também do doleiro Alberto Youssef, seria mais do que suficiente para expedir um festival de mandatos de busca e apreensão (ou prisão). Youssef ainda não decidiu, especialmente porque, na lavagem de dinheiro, usou contas de laranjas, alguns supostamente ligados ao tráfico internacional de drogas.
Vazamento
Em cada depoimento de Paulo Roberto Costa, permaneciam na sala três procuradores federais e três delegados da Polícia Federal. Agora, tenta-se descobrir quem vazou a primeira leva de informações sobre a delação e a possibilidade maior, supostamente, é que tenha sido um delegado da PF. Em meio às investigações, brotam as habituais discordâncias entre policiais federais e procuradores. O pessoal da Federal continua batalhando para que procuradores não atuem na área de investigações.

FRASE

FRASE DO DIA

"Eu nunca imaginei, por mais criativa que eu fosse, que depois de 30 anos lutando no PT, depois de ter enfrentado jagunço, depois de lutar tanto pelo Lula, que seriam eles que iriam fazer de tudo para me destruir. Usando os mesmos argumentos, os mesmos preconceitos."
Marina Silva, candidata à Presidência da República pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB).

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

TRÊS CORAÇÕES: QUINCAS BORBA

No livro Quincas Borba, Machado de Assis relata a loucura de Rubião. Na sua demência ele desfilava já miserável pelas ruas acenando para o povo, e este rindo de sua imponência. Rubião, no desvairo seu, acreditava ser o imperador francês. Isso até a sua morte nas ruas junto ao cachorro Quincas Borba.


PREFEITURA DE TRÊS CORAÇÕES: RÁDIO PEÃO, ATRASOS E HORAS EXTRAS

A Rádio Peão informa que servidores estão protestando contra os constantes atrasos na folha de pagamento; agora os motoristas da SEDUC foram avisados que terão suas horas extras cortadas. Alguns saem de casa alta madrugada para irem a garagem da secretaria e saírem logo cedo para a zona rural no transporte de alunos. Segundo a importante Rádio, os apaniguados continuam a receber horas extras mesmo sem trabalhar, já os trabalhadores...

Sindicato? Ora, o sindicato! Exclamam desanimados os servidores, encerrou a Rádio.

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

AO BATER EM MARINA, AÉCIO FAZ O JOGO DE DILMA


O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso fez chegar sua opinião a Aécio Neves, candidato do PSDB à vaga de Lula: bater em Marina Silva, como Aécio está batendo, é fazer o jogo do PT, do governo e de Dilma.
Com 12 minutos de propaganda eleitoral no rádio e na televisão dia sim, dia não, contra dois minutos de Marina, Dilma tem batido duramente na candidata do PSB.
O marqueteiro de Dilma, João Santana, dispara há 10 dias contra Marina munição antes estocada para uso no segundo turno.
O objetivo de Dilma é chegar lá com uma vantagem de pelo menos 10 pontos percentuais sobre Marina. Assim ela terá gordura para perder, se necessário.
A opinião de Fernando Henrique é compartilhada pelos partidos que apoiam Aécio. Se dependesse deles, o DEM à frente, Aécio renunciaria à candidatura para apoiar Marina desde já.
Aécio e o chamado núcleo duro da campanha dele acreditam – ou dizem acreditar – que o candidato ainda poderá disputar o segundo turno com Dilma. Daí as fortes críticas que faz à Marina.
Na manhã de ontem, por exemplo, durante sabatina promovida pelo jornal O Globo, Aécio criticou Marina dizendo que ela precisa escolher quem é – a Marina que durante 16 anos foi filiada ao PT ou a outra que passou a combater o PT e a falar em “nova política”?
Marqueteiros em geral, e analistas de pesquisas em particular, concordam que Aécio já está fora do segundo turno. Só voltará a ficar dentro se Marina cometer um grave erro de campanha. Improvável


DIRETOR DO DATAFOLHA EXPLICA PORQUE MARINA CAIU NAS PESQUISAS

O diretor do Instituto Datafolha Mauro Paulino disse nesta quinta-feira (11) a candidata Marina Silva (PSB) tem um eleitorado já cristalizado. Paulino explicou que as polêmicas em que a pessebista se envolveu nos últimos dias interferiu pouco nos números da última pesquisa de intenção de voto.
“Marina sofreu nos últimos dias, na última semana uma série de ataques e foi exposta às contradições de sua campanha então com isso teve um refluxo em relação àquele crescimento que ela obteve na reentrada na campanha”, explicoPorém, segundo Paulino, as três últimas pesquisas apontam mais para um estabilidade que uma queda. “As variações foram dentro da margem de erro e o movimento aponta para o acirramento da disputa entre Dilma e Marina. (...). Essa estabilidade de Marina revela que ela tem um voto bastante cristalizado, com eleitores fiéis, assim como Dilma”, analisou.
Questionado sobre o impacto do escândalo da Petrobras nos números de Dilma Rousseff (PT), Paulino explicou que a candidata se manteve com os números. Mas fez um adendo: “(...) A gente precisa observar as pesquisas da semana que vem para ver se isso continua, mas o quadro parece bastante estável”.

NOTA DO EMPRESÁRIO E POLÍTICO CARLOS ALBERTO PEREIRA

A assessoria do político e empresário Carlos Alberto Pereira, o CAP, divulgou nota rebatendo insinuações outras acerca de sua saída da presidência do PMN em Minas Gerais.
Segundo a nota, foi o próprio Carlos Alberto Pereira que entregou o honroso cargo, haja vista a sua candidatura ter sido indeferida pelo TRE, deixando, assim, o Partido livre para indicar um novo presidente. 
Carlos Alberto Pereira afirma que continua no PMN, e sua direção Nacional e a Mineira estão unidas na eleição de sua esposa, Dâmina Pereira, que possui excelente condição de se eleger Deputada Federal, encerra a nota.

O BABÉLICO MARCELÃO VOZ DE TROVÃO

Bom dia leitores e amigos. Vamos começar a jornada de hoje com notícia de humor; no caso as interessantes inserções no Face do prefeito postadas pelo babélico Marcelão Voz de Trovão, que ora acende uma vela para o capeta e ora para o neófito prefeito.



quarta-feira, 10 de setembro de 2014

DATAFOLHA INDICA NOVO EMPATE TÉCNICO ENTRE DILMA E MARINA

Marina Silva, pelas projeções, venceria no 2º turno.
Petista abre pequena vantagem no primeiro turno, dentro da margem de erro, e diminui distância para Marina no segundo turno
Pesquisa DataFolha para a Presidência da República, divulgada na noite desta quarta-feira (10/8), mostra uma pequena vantagem de Dilma Rousseff (PT) sobre Marina Silva (PSB), mas com a manutenção do empate técnico revelado na pesquisa anterior, divulgada em 3 de setembro.
Se as eleições fossem hoje, Dilma teria 36% dos votos, contra 33% de Marina, diferença dentro da margem de erro de 2% (segundo a qual Dilma tem de 34% a 38%, e Marina de 31% a 35%). Terceiro lugar, Aécio Neves (PSDB) aparece com 15%. 
Na pesquisa anterior, Dilma tinha 35%, contra 34% de Marina e 14% de Aécio. O percentual de brancos e nulos (6%) e de pessoas que não souberam ou não responderam à pesquisa (7%) foram os mesmos do levantamento anterior.
Pastor Everaldo (PSC), Eduardo Jorge (PV) e Luciana Genro (PSol) tiveram 1% dos votos cada. Já os candidatos Mauro Iasi (PCB), Levy Fidelix (PRTB), Zé Maria (PSTU) e José Maria Eymael (PSDC) não atingiram sequer 1%. 
Segundo turno
As simulações de segundo turno mostram que a vantagem de Marina para Dilma, que era de 7%, diminuiu. Agora, a socialista tem 47% contra 43% da candidata à reeleição, o que também significa um empate técnico. 
Em outros cenários, Aécio Neves fica com 30% contra 54% de Marina, e o tucano receberia 38% dos votos contra 49% de Dilma.
A pesquisa ouviu 10.568 eleitores, em 8 e 9 de setembro, e foi encomendada pela Rede Globo e pela Folha de S.Paulo.

TRÊS CORAÇÕES: OS NÚMEROS NÃO MENTEM.

O Fundo de Participação dos Municípios é o principal repasse que o município de Três Corações recebe. É uma transferência que a União faz para os municípios, composto de 22,5% do Imposto de Renda (IR) e do Imposto de Produtos Industrializados (IPI). A distribuição é feita de acordo com o número de habitantes por município.
Esta semana vi uma projeção do Município para 2015. Pelos números ali projetados posso afirmar que são irreais. Aliás, essa Administração é pródiga, inventiva mesmo, em manter um cabideiro com os números abaixo. Por isso a situação financeira do Município de Três Corações é calamitosa.


VAMOS MORALIZAR, MAS COMO ...

Tem certas coisas nas quais é difícil acreditar. O (...). Bem, (...) conforme foi relatado neste Blog em postagem do dia 20/8.

Então, (...) Ora (...) é o mesmo que tirar o emprego deles ou de seus familiares, e mesmo porque alguns são servidores efetivos e, no mínimo serão transferidos para locais distantes e até humilhantes. Tai o exemplo que fizeram com quem trabalhou para formalizar o "Relatório da Corrupção", que por sinal também tem representação na Ouvidoria do MP e está com a Promotoria de Três Corações.


Na real verdade, tudo o que o prefeito é acusado de fazer é crime federal, ao convocar reunião com comissionados e contratados (que podem ser demitidos a qualquer tempo) e pedir votos, mesmo que implicitamente, para os candidatos Fábio Cherem, Odair Cunha e Renzo Braz. 

E mais, (...) deveria de pronto ser convocado a PF para investigar, mesmo porque o fato se tornou público na cidade, foi feita reunião com vereadores e amigos, com professores da rede municipal, e depois com os comissionados e contratados na Câmara Municipal, e vem mais reuniões por ai, como já falam. Para esse povo, "Lei! Ora a Lei", eles têm a certeza da impunidade, pensam.


Nesse caso, a PF manda geralmente dois agentes à “paisana”, em carro comum e ouve na casa da testemunha, ou local onde a testemunha indicar, e coleta o necessário para formalizar o relatório e mandar para o delegado federal, para o seu destino, no caso o Juízo Federal. É assim que funciona.

Orientei (...) nesse sentido, e como (...) anexou a página deste Blog na representação, para que dê o meu nome como testemunha, citando que outras eu indicarei aos agentes da Polícia Federal, mantendo todo o sigilo necessário.

Por outro lado sei e conheço a grande capacidade profissional do Chefe do Cartório Eleitoral, Euclides. Apenas acredito que está ocorrendo um desencontro com o juízo Eleitoral, que pode fulminar a vontade do cidadão em Três Corações que deseja exercer a sua cidadania em comunicar às autoridades qualquer fato delituoso. Isso não pode acontecer!

VAMOS ELEGER UM CANDIDATO QUE CONHEÇA AS NECESSIDADES DE TRÊS CORAÇÕES

Uma leitora deste Blog, Liliane, enviou a este Blog a foto ao final, comentando o transtorno que esse candidato causou no trânsito em Três Corações. A conduta desse tipo de candidato, que mostra toda a sua opulência financeira e depois desaparece, só voltando nas próximas eleições, deve ser repudiada, e por isso temos que votar de maneira livre e consciente.
Este é também o motivo da campanha deste Blog e do jornal Folha do Sul para o voto em candidato da cidade, ou a quem aqui investe e gere emprego, enfim, estando presente no dia-a-dia da cidade. 
Três Corações tem que ter o seu representante no Estado e na Câmara dos deputados em Brasília, e mais, o município é mais importante que o Partido. Porque Varginha, Pouso Alegre, Itajubá, Poços de Caldas, Lavras, tem o seu estadual e até federal e Três Corações, não? 
Os nomes aqui colocados à disposição (Dan, Flávio, Gordo, Juvenal Abreu e Rinaldo) os eleitores tricordianos sabem onde moram, conhecem seus telefones, suas ideias, e provavelmente é seu amigos pessoal. Você pode olhar no olho dele, ir na casa dele, gritar, xingar, pressionar, o mesmo acontecendo com os dois federais, o Chiba, e a candidata Dâmina, ela que há mais de 20 anos investe em Três Corações e gera empregos na cidade. Dâmina se enquadra dentro de nossa proposta, assim como o Chiba.
Posto isso, cabe aos eleitor tricordiano lutar para eleger um estadual e ajudar decisivamente na eleição de um Federal para ter acesso a verbas em Brasília, aonde está o melado grosso, aquele que não escorre para longe do tacho, e que deve chegar até nós.  

Obs: a assessoria do candidato em contato com este Blog afirmou que o deputado Dimas Fabiano tem sim um carinho grande por Três Corações, haja vista as indicações de verbas para o Hospital São Sebastião. 
A assessoria está mandando um relatório que, desde já, este Blog se compromete a dar publicidade.
Paulão 






JORNAL FOLHA DO SUL E O ANIVERSÁRIO DA CIDADE


TUDO EM FAMIGLIA

Ex-diretor da Petrobras recebeu R$ 36 milhões
Fábio Fabrini e Andreza Matais - 
O ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, acusado de comandar esquema de corrupção na estatal, recebeu R$ 36,9 milhões em contas de cinco bancos, abertas em seu nome. O genro de Costa, Humberto Sampaio, recebeu R$ 42 milhões. Segundo a Polícia Federal, ele é dono do Grupo Pragmática, alimentado com recursos de fornecedores da estatal. Já as duas filhas do ex-diretor, Arianna e Shanni Azevedo, obtiveram, respectivamente, R$ 5,7 milhões e R$ 4,4 milhões.
Os dados constam das quebras de sigilo remetidas à Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Petrobras, que investiga o caso. A oposição tenta marcar novo depoimento de Costa para dar detalhes do esquema, delatado por ele, que teria beneficiado políticos e partidos da base aliada. O ex-diretor colabora com a Polícia Federal e o Ministério Público Federal, em troca de redução de pena.
Esse é o "nosso" Brasil.

FRASE

FRASE DO DIA

"Não é um caso, são muitos, não é uma prática, é uma constante, não é um desvio, é quase que uma regra, e eu acho que ela precisa dar explicações mais consistentes."

Fernando Henrique Cardoso, ao falar de Dilma e da corrupção na Petrobras.

terça-feira, 9 de setembro de 2014

TRÊS CORAÇÕES: LEMBRAM-SE DA CIP?

Bem leitores e amigos. Lembram-se da CIP –Contribuição de Iluminação Pública- que dobrou em nossas contas de luz por uma mentirada do Prefeito Cláudio e do secretário Ulisses? Então, o vereador Dr. Maurício Gadbem representou ao Ministério Público, mais especificamente ao Promotor Dr. Gustavo Brandão. Este por sua vez enviou uma recomendação ao senhor prefeito lembrando que o aumento é inconstitucional e pedindo que a Lei que alterou os valores fosse retirada e invalidada. 
Pois bem, o secretário Ulisses retrucou e respondeu ao Promotor que não retiraria nada. O Promotor enviou o processo com a resposta do Executivo para Belo Horizonte.

Casca grossa esse pessoal, além de estarem metendo a mão em nossos bolsos ainda peitam quem estiver na frente.

TRÊS CORAÇÕES: KOMBI DA SEDUC QUE PEGOU FOGO TEVE SEU TANQUE TROCADO

Kombi da Seduc em vídeo no Facebook
A Kombi escolar da Seduc – Secretaria de Educação - que pegou fogo hoje tem por finalidade o transporte de alunos. Essa Kombi teve o seu tanque de combustível trocado ontem (8), na própria garagem da Seduc que é terceirizada para a Trectur.
A perícia foi feita pelo perito Sena, e seu resultado é aguardado com interesse, haja vista o perigo ante a rapidez como o fogo se alastrou, o que poderia ter consequências dramáticas envolvendo crianças, que por sinal tinham embarcado há pouco, com o motorista agindo com rapidez retirando todas do veículo.
Por outro lado, chega a ser irresponsável colocar kombi no transporte de crianças, eis que sabidamente é um veículo que pega fogo com certa facilidade.

CND/MDA: DILMA TEM 38,1%, MARINA, 33,5% E AÉCIO,14,7%


A presidente Dilma Rousseff permanece na liderança da disputa no primeiro turno ao Planalto na pesquisa estimulada do instituto MDA sob encomenda da Confederação Nacional do Transporte (CNT), com 38,1% das intenções de voto. Marina Silva (PSB) aparece na sequência, com 33,5%. Já o candidato do PSDB, Aécio Neves, tem 14,7%.
Para um eventual segundo turno, Marina aparece com 45,5% das intenções ante 42,7% da atual presidente. A diferença está dentro da margem de erro, de 2,2 pontos percentuais, o que indica empate técnico entre as candidatas.Se a disputa fosse entre Dilma e Aécio, a petista venceria com 47,5% contra 33,7%. Em um terceiro cenário, com Marina e Aécio, a candidata do PSB venceria o tucano por 52,2% a 26,7%.
Na pesquisa espontânea, Dilma conta com 30,9% das intenções, Marina possui 25,8% e Aécio tem 10,1%.
Foram entrevistadas 2.002 pessoas em 137 municípios entre os dias 5 e 7 deste mês. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais.

CAMPANHA ELEITORAL: LEVE TRÊS CORAÇÕES NO PEITO


EDNA MAFRA APRESENTA REQUERIMENTO PARA OUVIR DENUNCIAS DO "RELATÓRIO DA CORRUPÇÃO"

Eis a cópia do Requerimento que a vereadora Edna Mafra, cumprindo sua função fiscalizadora, enviou para a presidente Regina do Nilo proceder como manda o regimento interno da Câmara e convocar as pessoas que fizeram o chamado "relatório da corrupção", os acusados, e quem entregou o relatório em mãos do Prefeito Cláudio.
Neste caso eles serão ouvidos pelos vereadores, mas o Promotor(a) Curador(a) do Município deve estar presente pelo alto interesse envolvido. 


FOTO POLÊMICA. METRALHADORA APONTANDO PARA A CABEÇA DA PRESIDENTE DILMA

Esta foto está causando muito polêmica. Ela foi estampada na primeira página do Jornal Correio Brasiliense do dia 8/9. A foto é do desfile de 7 de Setembro, e mostra uma metralhadora apontada para a cabeça da presidente Dilma. As teorias já começam a se avolumar. Para os petistas é uma afronta da mídia direitista, para os conservadores é clara demonstração da insatisfação das Forças Armadas com a corrupção no País, Este blog acredita que foi apenas uma escolha do editor. Enfim... E você caro leitor e amigo, o que acha?

DILMA PODE NÃO TER A MESMA SORTE DE LULA, DIZ ECONOMIST


A presidente Dilma Rousseff (PT) pode não ter a mesma sorte do ex-presidente Lula (PT), que saiu “ileso” do escândalo do mensalão, diz a revista britânica The Economist, em artigo publicado em sua edição online. A publicação compara o mensalão às denúncias de um esquema de propina na Petrobras e diz que a delação do ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa pode afetar o resultado das eleições.
“Lula teve um ano para sacudir a poeira, enquanto desta vez Dilma tem somente um mês até o dia do pleito”, afirma a Economist, destacando que vencer Marina Silva (PSB) já era um forte desafio para a petista. O artigo aponta que o nome de Eduardo Campos também foi citado por Costa, mas argumenta que nenhum outro nome ligado ao PSB foi envolvido e que Marina é vista como uma pessoa “ética” pela maioria dos brasileiros.
A revista destaca que a delação de Costa precisará ser “cuidadosamente corroborada”. “Mas a questão deve despertar memórias de deslizes do PT que a presidente vem tentando arduamente colocar para trás”, diz a publicação. “Não ajuda a presidente o fato de que, se forem verdade, os desvios alegados na Petrobras aconteceram debaixo do seu nariz, primeiro como ministra de Minas e Energia de Lula, depois como presidente do conselho administrativo da companhia.”
Segundo a Economist, a campanha eleitoral, que já havia recomeçado do zero após a morte de Eduardo Campos, foi “sacudida” novamente.

(A Tarde)

DELAÇÃO: O DIVULGADO É APENAS UMA PEQUENA PARTE DO REVELADO

Festa de provas
As informações que já vazaram sobre os depoimentos de Paulo Roberto Costa como parte da delação premiada são apenas parte de tudo o que foi revelado. Há mais nomes de políticos, especialmente petistas e supostamente, José Dirceu estaria no meio de tudo. Costa, além de planilhas já apreendidas em seu escritório e em meio aos documentos que seus familiares tentaram esconder, tem cópias de toda a movimentação feita pelo doleiro Alberto Yousseff, envolvendo bancos no Exterior. Esse é o material explosivo que o MP guarda a sete chaves. Yousseff, do seu lado, também gostaria de fazer delação premiada: no seu caso, é mais complicado. Já fez no passado e não cumpriu o acordado, voltando a ser doleiro.
Família sob proteção
Enquanto estiver na prisão, Paulo Roberto Costa ocupará cela individual com vigilância do lado de fora o tempo inteiro. Na hora de tomar sol, será acompanhado por um agente carcerário. Na delação premiada, uma das principais condições pedidas pelo ex-diretor da estatal foi a proteção total para seus familiares 24 horas por dia. A maioria deles já estaria morando, mesmo que provisoriamente, em outros endereços, conhecidos apenas pela Polícia Federal.
(Giba1)

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

VAI COMEÇAR TUDO DE NOVO. DILMA DIZ QUE NÃO DESCONFIAVA DE CORRUPÇÃO NA PETROBRAS

A presidente e candidata à reeleição, Dilma Rousseff, disse nesta segunda-feira, que não teve “qualquer desconfiança” em relação a “malfeitos” na Petrobras enquanto foi ministra da Casa Civil ou presidiu o Conselho de Administração da estatal. Após falar sobre o escândalo de Pasadena, Dilma indicou, porém, que não há mais um esquema criminoso na empresa.
— Se houve alguma coisa, e tudo indica que houve, eu posso te garantir que todas, vamos dizer assim, as sangrias que eventualmente pudessem existir estão estancadas — disse ela em sabatina do jornal “O Estado de S. Paulo”
Quando perguntada sobre os negócios suspeitos do ex-diretor, a presidente ressaltou que ele era um funcionário de carreira.
— Veja bem. Em nenhum momento houve (desconfiança). É importante que a gente lembre que esse diretor era funcionário de carreira da Petrobras.
Dilma elogiou ainda a gestão de Graça Foster à frente da Petrobras.
— Eu conheço a Graça. A Graça usa muito a curva S. Ela é muito minuciosa na gestão (...) Estou falando na qualidade de gestora da Graça.

RÁDIO PEÃO E O DESEQUILÍBRIO ELEITORAL

A prestigiosa Rádio Peão emitiu uma nota de alerta; divulgou que Tudo indica que nova convocação está sendo feita aos comissionados e contratados da Prefeitura, a exemplo da mesma que o Prefeito já fez na Casa do Quati, lá no Santo Afonso, onde foi distribuído milhares de santinhos do Odair Cunha, Renzo Braz e Fábio Cherem para cada um dos presentes distribuírem e pedirem votos para familiares, amigos, conhecidos e desconhecidos, isso tudo com um churrascão e muita bebida. 
Vamos ver quem será o hospedeiro da próxima respeitável reunião, encerrou a Rádio.

SERVIÇO PORCO DA SECRETARIA DE OBRAS


Mesmo não sendo engenheiro, só de olhar a foto é claro que este serviço porco da secretaria de Obras de Três Corações (Denis & Léo) no Jardim Orion não vai dar certo



REPERCUTE NOTÍCIA DO JORNAL FOLHA DO SUL SOBRE O ESCÂNDALO DO DEPUTADO ODAIR CUNHA



O deputado federal Odair Cunha (PT/MG) deu um prejuízo de R$ 339 mil aos cofres da Prefeitura de Pouso Alegre com o projeto Zico 10 que nunca foi implantado, um projeto de cunho meramente eleitoreiro, segundo informa matéria transcrita do Jornal A Tribuna, daquela cidade.
O jornal Folha do Sul pode ser encontrado na banca Atual, na Getúlio Vargas, banca da Rodoviária, e banca da Conveniência, no Santa Tereza.

TRÊS CORAÇÕES: FARDO PESADO DEMAIS

Tem vereador já confessando que carregar os malas do Cherem, Renzo Braz e Odair Cunha está um fardo muito pesado, desgastante mesmo e já encontram enormes dificuldades em “vender o peixe” para os eleitores. Eles se mostram arrependidos de terem aceitado essas campanhas, mas não sabem como fazer, e muito menos como justificar com o prefeito Cláudio e com seu eminente Ulisses "deixa que eu bato". Por melhor que seja o mimo recebido, eles sabem que a releição está difícil e com esse descarado apoio jamais serão reeleitos. É um acinte às pessoas de bem, e que lutam por uma Três Corações melhor. Quem será o primeiro a puxar o jato d’agua...

DOS JORNAIS: MAR DE LAMA AMEAÇA A PETROBRAS, POR RICARDO NOBLAT

Dilma e Lula - Foto Michel Filho
COMENTÁRIO
A exemplo de Lula no caso do mensalão em 2005, quando Dilma dirá que foi traída e pedirá desculpas aos brasileiros pelo escândalo do mar de lama que entope os dutos da Petrobras, ameaçando tragar a maior empresa do continente?
No mínimo, é o que se espera dela, ex-ministra das Minas e Energia, ex-presidente do Conselho de Administração da Petrobras, e presidente da República em final de mandato.
Digamos que Dilma compete com Lula para ver quem foi mais feito de bobo por seus subordinados.
A auxiliar de mais largo prestígio nos oito anos de Lula no poder, a presidente eleita sem jamais ter sido, sequer, síndica de prédio, Dilma foi surpreendida, assim como o seu mentor, pelo escândalo do mensalão – o pagamento de propina a deputados federais para que votassem conforme a vontade do governo.
Foi surpreendida de novo quando chefiou a Casa Civil da presidência da República e ficou sabendo que um dos seus funcionários confeccionara um dossiê sobre o uso de cartões corporativos pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e sua mulher, dona Ruth.
Dilma pediu desculpas ao casal. O autor do dossiê conseguiu manter-se na órbita do serviço público.
Outra vez, Dilma foi surpreendida pela suspeita de malfeitos praticados por Erenice Guerra, seu braço direito na Casa Civil e, mais tarde, sucessora no comando do ministério.
Na ocasião, Dilma estava em campanha pela vaga de Lula. Para evitar danos à sua candidatura, Erenice pediu demissão. Dali a dois anos, a Justiça a inocentou por falta de provas de que roubara e deixara roubar.
Quase ao término do seu primeiro ano de governo, batizada por assessores de “a faxineira ética”, Dilma degolou seis ministros de Estado. Pesaram contra eles acusações de corrupção publicadas pela imprensa.
De lá para cá, ministérios e cargos públicos foram entregues por Dilma aos ex-ministros degolados ou a grupos políticos ligados a eles. A “faxineira ética” baixou à sepultura.
Por ora, Dilma está atônita e se recusa a falar sobre o mais novo escândalo que bate à sua porta.
Paulo Roberto Costa, chamado de Paulinho por Lula, preso em março último pela Polícia Federal como um dos cérebros da quadrilha acusada de roubar a Petrobras, começou a contar o que sabe – ou o que diz saber. Em troca, quer o perdão judicial para não ter que amargar até 50 anos de cadeia.
Dilma sabe muito bem quem é Paulinho, nomeado por Lula em 2004 para a diretoria de Abastecimento da Petrobras. Saiu dali só em 2012.
No período, compartilharam decisões, algumas delas, responsáveis por prejuízos bilionários causados à Petrobras.
Dilma mandou diretamente na empresa enquanto foi ministra das Minas e Energia e chefe da Casa Civil. Manda, hoje, via o ministro Edison Lobão, das Minas e Energia.
Lobão foi citado por Paulinho como um dos políticos integrantes da mais nova e “sofisticada organização criminosa” da praça, juntamente com mais seis senadores, 25 deputados federais e três ex-governadores.
A organização superfaturava licitações da Petrobras e desviava dinheiro para um caixa que financiava campanhas de políticos da base de apoio ao governo. Por suposto, nem Lula nem Dilma sabiam disso.
O que é mais notável: entra campanha e sai campanha da Era PT, e os adversários do governo são acusados por Lula e Dilma de se valerem da Petrobras como arma política.
Pois bem, debaixo do nariz deles, camaradas deles usaram a Petrobras como arma para enriquecer.

domingo, 7 de setembro de 2014

QUEREM MATAR EDUARDO CAMPOS OUTRA VEZ

Nota distribuída há pouco pelo senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE):
“É necessário ter toda a cautela possível com essa inclusão do nome de Eduardo Campos nesse novo escândalo na Petrobras promovido pelo Governo do PT. Eduardo não está mais aqui para se defender. Ele se afastou do Governo justamente por discordar desse tipo de prática.
O Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras, vai fazer de tudo para escapar da prisão e escolher este ou aquele, visando poupar os principais responsáveis pela degradação ética e administrativa dentro da maior estatal brasileira: o ex-presidente Lula e a presidente Dilma Rousseff.
A inclusão do nome de Eduardo nesse lamaçal do PT tem o único objetivo de atingir a candidatura de Marina Silva, que representa hoje a mais viável possibilidade de mudar tudo isso que o PT instalou no Brasil.
Não podemos aceitar que um réu confesso tente incluir nomes de inocentes nas falcatruas comandas pelo PT.”

Jarbas Vasconcelos, senador (PMDB-PE) - Foto: Agência Senado

PREFEITO CASSADO DE LAVRAS, MARCOS CHEREM, CANCELA DESFILE

O Prefeito Marcos Cherem antes de deixar o cargo de Prefeito, ao ser cassado por decisão no Tribunal Superior Eleitoral, decidiu cancelar o desfile de sete de setembro. Em Lavras este ano de 2014 não acontecerá o desfile de independência que ocorre todos os anos.
Resta entender o que se passou na cabeça de Marcos Cherem ao decidir cancelar a festa de independência, que não tem nada a ver com as suas decisões e as consequências que elas lhe trouxeram. O povo de lavras não pode ser vítima de mais essa maldade movida talvez pela ira da perda do mandato, que a meu ver, é de inteira responsabilidade do prefeito, seus parceiros e coordenadores, pelas medidas e ações que somaram abusos de poder e da mídia. 
Lamento que o ex-prefeito ao sair, tenha tomado à decisão errada de se vingar do povo lavrense que nada têm a ver com seus atos errados, mesmos atos que lhe tiraram o poder. No seu lugar, eu teria pelo menos a hombridade de sair de cabeça erguida, já que as provas foram muitas e desmentem todas as alegações de serem inocentes. Mesmo tendo mantido suas posições até o fim, o mais correto seria sair com dignidade e não como um amador teimoso e descontente com a justiça que ele, aliás, tanto fez questão de defender.
Ao povo de lavras, um feliz sete de setembro sem desfile, mas acreditem, com a plena certeza que Lavras não se perdeu ao perder um prefeito comprovadamente eleito ilicitamente. A cidade se livrou de um déspota amador que quis a todo custo, criar aqui uma “cheremlândia" onde ele era o mandatário e todos deveriam obedece-lo. 
Lamentável, mas a justiça prevaleceu.
É bom lembrar que até a publicação do acordão a responsabilidade é toda de Marcos Cherem. (fonte: Observatório de Lavras)

FRASE - MARINA SILVA

"Quem está ameaçando o pré-sal não somos nós, nós vamos manter a exploração no pré-sal e usar os recursos para a saúde e para a educação. Quem ameaça o pré-sal é a corrupção que está assolando a Petrobras."

Marina Silva

sábado, 6 de setembro de 2014

PLANALTO ADMITE QUE DELAÇÃO IMPÕE AGENDA NEGATIVA À CAMPANHA DE DILMA

A PETROBRAS É DELES
Apesar da cautela com as primeiras notícias da delação premiada do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, a avaliação realista de assessores do governo é que o episódio introduzirá uma agenda negativa na campanha da presidente Dilma Rousseff.
Há a constatação interna de que Dilma ficará na defensiva enquanto não for divulgado todo o conteúdo dos depoimentos de Costa. Apesar de não envolver diretamente a presidente, o escândalo engloba o período dos dois governos Lula e dos dois primeiros anos do mandato de Dilma.
O tom de cautela foi verificado na primeira declaração da presidente, de que será preciso aguardar informações oficiais para tomar as "providências cabíveis" e que não haverá decisão com base em especulações.
No Planalto, embora se constate que, por enquanto, não há materialidade nas informações divulgadas neste fim de semana, há o reconhecimento de que o caso tem potencial explosivo por envolver aliados estratégicos e o próprio PT, colocando Dilma na berlinda em um momento em que ela iniciava uma estratégia de desconstrução da candidatura de Marina Silva.
"A delação premiada de Paulo Roberto mudou definitivamente a pauta do debate eleitoral na campanha", admitiu um auxiliar direto da presidente.
Na campanha de Marina Silva, a ordem é cobrar explicações de Dilma, mas preservar a memória de Eduardo Campos, apontado como um dos supostos beneficiários do esquema de Paulo Roberto Costa. "Não há elementos para se fazer qualquer citação a Eduardo Campos", afirmou um dirigente do partido.
(Camarotti)

AÉCIO FALA EM MENSALÃO 2 - EX-DIRETOR DA PETROBRAS CITOU O NOME DE, PELO MENOS 68 POLÍTICOS

Preso pela Operação Lava-Jato da PF, Paulo Roberto Costa negociou a delação premiada para diminuir a pena (Geraldo Magela/Reprodução)
Preso pela Operação Lava-Jato da PF, Paulo Roberto Costa negociou a delação premiada para diminuir a pena
Homem-bomba da Petrobras, o ex-diretor de Abastecimento e Refino da estatal Paulo Roberto Costa começou a revelar nomes de supostos envolvidos no megaesquema de lavagem de dinheiro que movimentou cerca de R$ 10 bilhões, segundo a Polícia Federal. Em depoimentos prestados aos procuradores do Ministério Público Federal de Curitiba e a policiais desde 29 de agosto, quando assinou um acordo da delação premiada, Costa citou a participação de pelo menos 61 parlamentares — 49 deputados e 12 senadores —, seis governadores e um ministro de Estado que estariam no esquema.
Informações da Polícia Federal revelam que Paulo Roberto começou a apresentar nomes de políticos após prestar depoimentos considerados insatisfatórios pelos investigadores no início desta semana. As primeiras declarações não traziam novidades às investigações. As citações reveladas pelo delator no interrogatório são gravadas em vídeos que servem de base para a PF avançar na apuração da Operação Lava-Jato, deflagrada em 17 de março, que prendeu o doleiro Alberto Youssef e mais 13 pessoas. À polícia, Paulo Roberto contou que políticos recebiam 3% de comissão sobre o valor de cada contrato da Petrobras firmado durante a gestão do ex-diretor na estatal.
O número de políticos envolvidos nas fraudes ainda deve aumentar até o fim dos testemunhos do delator. Entre os citados, de acordo com o jornal Estado de S.Paulo, está o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Ele seria um dos beneficiários das propinas. Segundo a reportagem publicada ontem no portal de notícias, um dos negócios que envolvem Renan é um acerto com o doleiro para que o fundo de pensão dos Correios — o Postalis — comprasse R$ 50 milhões emitidos da Marsans Viagens e Turismo, que tinha Alberto Youssef como um dos investidores. Renan e Youssef teriam se encontrado em Brasília para acertar a comissão do PMDB dias antes de a operação ser deflagrada. Procurado pela reportagem, Calheiros não atendeu aos telefonemas.
Além do PMDB, o PT, o PP, o PTB e o PR são mencionados como envolvidos na lavagem de dinheiro. Esta não é a primeira vez que as legendas aparecem nas investigações da Polícia Federal. Ao ser deflagrada, a Lava-Jato revelou o envolvimento dos deputados federais André Vargas (sem partido-PR) , Luiz Argôlo (SDD-BA), Mário Negromonte (PP-BA), Aline Corrêa (PP-SP), Arthur Lira (PP-AL), João Pizzolati (PP-SC) e Nelson Meurer (PP-PR) com o doleiro. O ex-deputado federal Pedro Corrêa (PP-PE) também foi citado.
Além dos oito parlamentares, o senador Fernando Collor de Mello (PTB-AL) chegou a ter o nome mencionado por ter recebido oito cheques do doleiro no valor de R$ 50 mil. A existência dos comprovantes bancários fez Collor ser alvo de investigação no Supremo Tribunal Federal. Até mesmo o tesoureiro do PT, João Vaccari, apareceu na delação. As revelações do ex-diretor dão conta da formação de um cartel para desviar recursos. Nos autos, Costa teria afirmado receber políticos batendo na porta dele todos os dias. Além de Costa, o doleiro Alberto Youssef vivia rodeados de políticos. “Ele é muito bem relacionado e mantinha muitas relações com políticos”, contou uma fonte ao Correio.
Apreensão
As informações da delação premiada abriram uma crise no Palácio do Planalto. Preocupada com a repercussão das informações no governo e na corrida presidencial, a presidente Dilma Rousseff se reuniu ontem com ministros. Responsável pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência (Secom), o ministro Thomas Traumann teria deixado de viajar para o Rio de Janeiro para monitorar os desdobramentos da situação. O jornal O Globo informou que Dilma também se encontrou com o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, no Palácio da Alvorada.

Quem está na agenda de Costa
Confira os políticos citados pelo ex-diretor da Petrobras, segundo a revista Veja

Ministro
Edison Lobão (Minas e Energia)

Governadores e ex-governadores
Eduardo Campos (PSB-PE) - morto em agosto de 2014
Roseana Sarney (PMDB-MA)
Sérgio Cabral (PMDB-RJ)

Deputados federais
Cândido Vaccarezza (PT-SP)
Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN)
João Pizzolatti (PP-SC)
Mário Negromonte (PP-BA)

Senadores
Ciro Nogueira (PP-PI)
Renan Calheiros (PMDB-AL)
Romero Jucá (PMDB-RR)

JORNAL FOLHA DO SUL JÁ NAS BANCAS NESTE SÁBADO (6)

O JORNAL FOLHA DO SUL PODE SER ENCONTRADO NA BANCA ATUAL, NA RODOVIÁRIA
E NA CONVENIÊNCIA NO SANTA TEREZA

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

CHEREM, PREFEITO DE LAVRAS, IRMÃO DO CHEREM DEPUTADO,É CASSADO POR ABUSO ECÔNOMICO

Silas Costa Pereira, novo Prefeito de Lavras
A QUEDA Depois de uma batalha judicial intensa, chegou ao fim o mandato de Marcos Cherem (PSD) na prefeitura de Lavras. A cassação foi confirmada pelo Tribunal Superior Eleitoral na noite de hoje em Brasília,por 5x2, acusado pelos crimes de abuso do poder econômico e uso indevido de meio de comunicação social. Servidores municipais insatisfeitos comemoraram a queda com carreata e buzinaço, e prometem até churrasco.O juiz eleitoral de Lavras deve determinar a posse de Silas Costa Pereira.Marcos Cherem ainda pode recorrer ao Supremo Tribunal Federal, mas parece que terá de fazer isso fora do cargo.
(fonte: Blog André Luiz)

SECRETÁRIO DE GOVERNO DE TRÊS CORAÇÕES, ULISSES, AMEAÇA BATER EM VEREADORA

Esta é uma notícia muito triste e grave; e me foi passada por uma confiável fonte. Uma vereadora ligou ontem (3) para o secretário Ulisses, e disse: Dr. Ulisses, eu estou entrando com um requerimento para o Dênis e todo o pessoal que participou da confecção do relatório –aqui se referindo ao relatório que acusou o atual secretário de Obras, Denis Leonardo, de corrupção- para todos serem ouvidos em uma audiência pública na Câmara.
Bem o Ulisses, segundo esta fonte, começou a berrar, ficou revoltado, descontrolado com o que escutou da vereadora, e ao final disse se ela continuasse com essa ideia ia BATER NELA! ????????

Putzgrila! A negociata é mais séria do que pensamos, mas o pessoal está perdendo o controle.

DENIS É PRESENTEADO COM ASSESSORIA DE... IMPRENSA. SÓ TRÊS CORAÇÕES!

A Rádio Peão soltou agora pouco uma nota curta noticiando que a Secretaria de Obras, leia-se Denis, o amigão do secretário de (des) Governo Ulisses Ferreira e do Prefeito Cláudio e amante daquela(s) empresa(s), agora tem assessoria de imprensa. A Rádio afirmou, em tom jocoso, que a sala do arquivo está limpa e os assessores se acomodaram; agora para falar com o secretário está impossível, ele anda desenvolvo e sorrindo para lá e para cá. Um detalhe, lembrou a Rádio. Se for a imprensa que o procura, jamais será atendida, alias, o povo também (talvez unido, quem sabe).
Sentimento de impunidade faz crescer a confiança desses especialistas na matéria, encerra a nota.

PETROBRÁS: LULA PERMITIA QUE PARTIDOS INDICASSEM DIRIGENTES

Envolvido no processo que investiga a polêmica compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, o ex-diretor de Gás e Energia da Petrobrás Ildo Sauer quebrou o silêncio e admitiu ao Broadcast que "o governo de coalizão" do presidente Luiz Inácio Lula da Silva permitia que partidos indicassem dirigentes para obter "ajuda".
Segundo ele, "o folclore" na Petrobrás era que Lula estava impressionado com a contribuição do ex-diretor de abastecimento Paulo Roberto Costa, atualmente preso pela Polícia Federal na Operação Lava Jato por suspeita de corrupção e lavagem de dinheiro.